Contagem regressiva para a Copa.

 Contagem regressiva para a Copa.

terça-feira, 15 de julho de 2008

De olho nos BIcampeões

30/06: Andreas Lilja renova o contrato por dois anos e US$ 1,2 milhão por ano.
1º/07: Brad Stuart finalmente assina com os Red Wings por quatro anos e US$ 3,75 milhões por ano.
1º/07: Temos um novo goleiro em Detroit. Ty Conklin, uma barganha por US$ 750 mil e um ano.
2/07: Marian Hossa nos Wings? É o que afirma o Pittsburgh Post-Gazette. CONFIRMADO! Hossa assinou por um ano e US$ 7,45 milhões.
21/07: Jonathan Ericsson e Jimmy Howard renovaram por três temporadas com os Red Wings.
23/07: Wings assinam com Darren Haydar, artilheiro da AHL, para reforçar o Grand-Rapids Griffins.
30/07: O quebra-cabeças está completo: Valtteri Filppula renova por cinco anos, evitando o julgamento.
20/08: Aaron Downey renovou contrato com o Detroit.
10/09: Chris Chelios e Kyle Quincey renovam contrato com os Red Wings.
19/09: Darren McCarty será um Red Wing por mais uma temporada, pelo menos.


O MERCADO
P Jogador Idade $ anterior Duração Novo $
Aquisições
G Ty Conklin
32 500.000 1 ano
750.000
RW Marian Hossa
29 7.000.000 1 ano
7.450.000
RW Darren Haydar
28 ? 1 ano
525.000
Subtrações
D Garrett Stafford
28 500.000 -
Dallas
RW Dallas Drake
39 550.000 -
Aposentou
LW
Mark Hartigan
30 ? -
KHL
Agentes livres restritos
G Jimmy Howard 24 733.000 3 anos
717.000
C Valtteri Filppula 24 698.000 5 anos
3.000.000
D Kyle Quincey 22 535.000 2 anos
?
D Jonathan Ericsson 24 495.000 3 anos
900.000
C Ryan Oulahen 23 475.000 1 ano
?
RW Eric Himelfarb 25

Agentes livres irrestritos
D Brad Stuart 28 3.500.000 4 anos
3.750.000
D Andreas Lilja 32 1.000.000 2 anos
1.250.000
RW Igor Grigorenko 25 858.000

D Chris Chelios 46 850.000 1 ano
750.000
RW Aaron Downey 33 525.000 1 ano
575.000
C Mark Cullen 39 500.000

D Brad Ference 29 500.000

G Adam Berkhoel 27 500.000

RW Darren McCarty 36 475.000 1 ano 575.000
RW Carl Corazzini 29 475.000

RW Francis Lemieux 24 475.000

G Logan Koopmans 24 495.000

G Stefan Liv 27

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Conta ingrata

ATUALIZADO:
Valtteri Filppula permanecerá nos Red Wings.

Ele terá seu salário decidido através de julgamento, o que significa que está afastado o risco do finlandês receber uma oferta de outra equipe.

Azar o deles, o que não se traduz em sorte nossa, no entanto, porque o processo conhecido como "arbitration" às vezes é desgastante e cria atrito entre jogador e gerência.

Filppula e os Red Wings ainda podem entrar em acordo antes do julgamento, que será realizado entre 20 de julho e 4 de agosto.


ORIGINAL:
A onda de otimismo dos torcedores dos Red Wings pode sofrer um baque nos próximos dias.

Segundo Allan Muir da Sports Illustrated,

If the Canucks strike out in the Sundin sweepstakes, look for Gillis to take another swipe at adding to his roster through a restricted free agent offer sheet.

Best bet? Detroit winger Valterri Filppula. The Red Wings tend not to lose players they want to keep—and Filppula definitely fits that category—but they are running out of cap space. It might take an offer in the $4 million dollar range to force them to pass


Os Canucks têm espaço de sobra dentro do orçamento (pouco mais de US$ 17 milhões) para assinar com Filppula. Os Wings têm 2,5 milhões disponíveis.

Gillis já indicou que o caminho para reforçar o time pode ser através de ofertas a agentes livres restritos de outras equipes, assim como ele fez com David Backes do St. Louis Blues.

Somar Hossa e subtrair Filppula não era uma equação que eu gostaria de fazer.

Eu nunca fui um homem de rezar muito, mas se você estiver aí em cima me ouvindo, por favor nos salve, Ken Holland!

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Sonhos e felicidade

Não há um torcedor dos Red Wings que não tenha se surpreendido com a notícia divulgada em primeira mão pelo Pittsburgh Post-Gazette: "Os Penguins perderam o ponta-direita Marian Hossa para o Detroit".

Um ano de contrato e US$ 7,45 milhões.

Hossa rejeitou propostas de diversas outras equipes, incluindo dos Penguins, que ofereciam entre cinco a sete anos de contrato por mais dinheiro que o Detroit. Mas era bastante provável que o eslovaco se juntasse ao Edmonton Oilers, que arrombaram o mercado com a indecente proposta de US$ 81 milhões.

No entanto, Hossa trocou o maior contrato de sua carreira pelo sonho de conquistar a Copa Stanley.

"Eu nunca estive envolvido em um negócio em que o jogador ficou tão excitado por receber US$ 85 milhões a menos que lhe foi oferecido em outro lugar," disse Rich Winter, o agente de Hossa. "É quase incompreensível, até mesmo para um agente. Mas Marian é um jogador especial."

Bruce MacLeod, do Red Wings Corner, relata que anos atrás ouviu de uma pessoa ligada ao Atlanta Thrashers que Hossa era o jogador mais fácil de se lidar no elenco. Os novos companheiros Andreas Lilja, Dan Cleary e Tomas Kopecky também elogiaram o jogador, eles que já trabalharam com o atacante em outras ocasiões.

Ou seja, o Detroit não contratou apenas 40 gols. Contratou um companheiro de equipe.

Mas como os Wings conseguiram isso? MacLeod detalha.

Na terça-feira, Ken Holland ofereceu a Hossa uma proposta de longo prazo, mas com o passar do tempo ficou claro que o jogador recebia propostas mais vantajosas de outras equipes. Ele pensou que não fecharia o negócio e que Hossa em Detroit seria "um mundo de sonho considerando a situação do teto salarial do time em 2009".

Para os Red Wings interessava um ano de contrato, o suficiente para não empatar as renovações de Henrik Zetterberg e Johan Franzen para a temporada seguinte.

"Mas em seu caminho para a Joe Louis Arena esta manhã, Holland parou num posto da Mobil e recebeu uma ligação de Winter. Com Hossa do outro lado da linha, Winter disse a Holland que o jogador estava muito interessado em se tornar um Red Wing.

"Então, Winter disse que seu lado estava disposto a assinar um ano de contrato para fechar o negócio. Holland disse que ficou chocado. Mais tarde declarou que esse acordo aconteceu por causa de Hossa e de sua vontade de ir para Detroit.

"As partes trabalharam o valor que colocaria Hossa abaixo de Nicklas Lidstrom como o segundo mais bem pago jogador do time".

Mês passado, no recrutamento em Ottawa, Holland declarou às gargalhadas: "Nós vendemos sonhos e felicidade".

Sonhos e felicidade. Foi o que Hossa comprou.