quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Previsões da temporada

Acabou o sofrimento. Nosso próximo jogo vale 2 pontos, Datsyuk começa a campanha pelo 16º Selke+Byng seguidos e Nick Lidstrom vai calar a boca de todo mundo que previu sua queda. TSN, ESPN, FSN, SI, FDP e PQP já fizeram suas previsões, cada uma com um cutucão diferente em Detroit. Agora é a vez dos chutes do RWBr.

Posições

Oeste

15. Hamilton Coyotes
14. Denver Avalixo
13. Dallas Falling Stars
12. Los Angeles Drag Queens
11. Columbus Blue Jeans
10. Nashville Tigres-dentes-de-sabre
9. Edmonton Gretzkys
--------------------
8. Minnesota Wild(s)
7. Azuis de São Luís
6. Calgary Bitucas
5. Chicago Blackchickens
4. Anaheim (Mighty) Ducks
3. Vancouver Free Willys
2. Ladies and Gentlemen, the Detroit Red Wings!
1. San Jose Atuns

Leste

15. Lixeiros de Atlanta
14. Long Island Islanders
13. Toronto Maple Syrup
12. Ottawa Suplicys
11. Diabos de camisa nova
10. Sunrise Panthers
9. Canadenses de Montreal
------------------
8. Tampa Bay Bolts
7. Wall Street Rangers
6. Buffalo Búfalos
5. Carolina Breezes
4. Filadélfia Cream Cheese
3. Washington CAPITALS
2. Aves-que-não-voam de Pitesburgo
1. New England Bruins

Playoffs

Oeste

SJ 4-1 MIN
DET 4-2 STL
CGY 4-3 VAN
ANA 4-2 CHI

SJ 4-2 CGY
DET 4-3 ANA

DET 4-2 SJ

Leste

BOS 4-0 TB
PIT 4-1 NYR
WAS 4-1 BUF
PHI 4-2 CAR

PHI 4-2 BOS
WAS 4-3 PIT

PHI 4-3 WAS

Copa Stanley: Detroit Red Wings 4 x 2 Philadelphia Flyers

Prêmios

Presidentes: Sharks
Jack Adams: Mike Babcock (DET) (vai ser decidido nas Olimpíadas)
Hart: Evgeni Malkin (PIT)
Lady Byng: Pavel Datsyuk (DET)
Vezina: Roberto Luongo (VAN)
Calder: Jonas Gustavsson (TOR)
Art Ross: Alex Ovechkin (WAS)
Norris: Nick "Norris" Lidstrom (DET)
Selke: Henrik Zetterberg (DET)
Maurice Richard: Ilya Kovalchuk (ATL)
Conn Smythe: Johan Franzén (DET)

Previsões aleatórias

  • Pavel Datsyuk vai passar de 100 pontos, ser indicado novamente ao Selke, Byng e Hart, mas só vai ganhar o Byng;
  • Chris Osgood vai nos assustar até dezembro;
  • Jimmy Howard vai calar minha boca...
  • ...e depois me fazer xingar mais...
  • ...e não vamos precisar dele na pós-temporada...
  • ...graças a Deus;
  • Ville Leino não vai ganhar o Calder porque a Liga não quer um finlandês de 25 anos levando um troféu;
  • Jason Williams vai nos custar alguns gols shorthanded;
  • Justin Yabadaba vai terminar a temporada no time principal;
  • Darren Helm vai terminar a temporada na 3ª linha, e matando penalidades;
  • a corrida pela Divisão Central vai ficar apertada até as Olimpíadas;
  • a Mula vai liderar o time em gols;
  • Homer vai perder uns 15 jogos por contusão;
  • TuzziKamon também;
  • minhas provas vão terminar, e o maldito Asas Vermelhas ainda vai ser terminado;
  • Dan Cleary vai para as Olimpíadas;
  • também vão os nossos suecos;
  • Andreas Lilja volta ao elenco no meio da temporada, seu salário conta proporcionalmente no teto salarial, e apenas Derek Meech é sacado do time;
  • ninguém pega Meech nos waivers e ele vai para Grand Rapids;
  • Homer, Maltby e Draper se aposentam depois de ganhar mais uma Copa;
  • e mesmo assim a "mídia especializada" vai dizer que os Wings 2010-11 estão velhos;
  • Nick Lidstrom assinará por mais um ano, num contrato de US$ 3 milhões;
  • o zeh vai voltar a postar no blog; e
  • discutiremos se 5 Copas em 13 anos formam uma dinastia.


Vai começar. Senhores, liguem seus motores. Assitam filmes de esporte, esquentem com os discursos de Al Pacino, Denzel Washington, Gene Hackman. Vistam seus blusões, preparem a banda larga, sirvam-se de Pingo D'Ouro sabor picanha e muita Brahma.

Hey, hey, Hockeytown. Let's Go Red Wings. Go Wings, Go. TÁ CHEGANDO, P#$%@&%!!!!!

ATUALIZAÇÃO:
  • Time quase definido:
    Mula-Dats-Homer
    Cleary-Zetta-Big Bert
    eVille-Filp-J-Will
    Drapes-Yaba-Malts/Eaves

    Lids-Rafalski
    Kronny-Stu
    Ericsson-Lebda

    Ozzie
    Howie
  • Histórico dos Red Wings:
    -Em partidas inaugurais, desde 1950-51: 23V-25D-11E
    -Em partidas inaugurais, pós-locaute: 2V-2D
    -No mês de outubro, desde 1950-51: 269V-225D-66E
    -No mês de outubro, pós-locaute: 34V-9D-4OT/SO

Injury Reserve à vista.


Olá jovens mancebos. Gostaria de informar a todos que ainda respiro e me alimento. Não bebo mais. Também não encontrei Jesus.

Mas venho aqui dizer que está mais perto do que longe de começar tudo de novo.
Todo aquele sofrimento, comichão, prurido anal, frenesi, agonia, aperreio, avexamento, atiçamento, alvoroço, ribuliço, emputecimento, galinhagem e as putarias de temporada-após-temporada.

Sim, claro, gostaria de dizer que estamos lutando pelo tri encarreirado, mas não posso.
Até hoje não sei o placar do jogo 7 (ou a SC passada foi decidida em 6?) da última final.

Talvez nem saiba mais distinguir o que é um jogador do Paraná Clube e um de Handball (bastardos!), ou sequer o Babcock do Primo It (cabeleiras felomenais).

O certo é que está mais perto do que longe de começar tudo de novo.
Todo aquele sofrimento, comichão, prurido anal, frenesi, agonia, aperreio, avexamento, atiçamento, alvoroço, ribuliço, emputecimento, galinhagem e as putarias de temporada-após-temporada.

Vou voltar pra Minors. Fui colocado em Waivers e ninguém me quis. Pois eu também não quero vocês.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Aquele bairro distante de Detroit


Uma coisa temos que admitir: a geografia de Detroit é esquisita.

Nossa música símbolo, Don't Stop Believin', do Journey, fala em "nascido e criado no sul de Detroit" (born and raised in South Detroit", sendo que ninguém usa esse termo. Na verdade, a cidade é dividida em Leste-Oeste, e o ao sul de Detroit está a cidade de Windsor, Canadá(!).

Além disso, entre os bairros de Detroit está um muito estranho. É separado pelo resto da cidade por um oceano, seus cidadãos são na maioria louros, e ninguém fala inglês. É a Suécia.

Dezoito Red Wings saíram do país na história. São 4366 jogos, 837 gols e 1676 assistências, num total de 2533 pontos vindos diretamente da terra do Volvo. O líder em todas essas estatísticas, como se pode imaginar, é Nicklas Lidstrom, nativo de Vasteras. O atual capitão tem 997 pontos na carreira, toda em Detroit, e foi o primeiro capitão europeu a levantar a Copa Stanley.

O primeiro a chegar foi o defensor Lars Bergman, em 1972. O pioneiro disputou 246 partidas pela franquia. Logo em seguida, em 1973, veio o também defensor Tord Lundstrom, que só durou uma temporada e atuou em 11 jogos.

Quando Bergman saiu, em 1980, ficamos um bom tempo sem um sueco no elenco. O próximo veio só em 1989, Anders Salming, e esse só ficou por um ano. Na temporada seguinte tivemos Per Djoos, sem muito destaque, assim como Johan Garpenlov. Até que chegou o ano de 1991, e Lidstrom fez sua estréia na equipe.

O Super-sueco é desde então uma das caras da franquia. Esteve presente nas 4 conquistas do time na era moderna, e é considerado um dos melhores jogadores da história da Liga. Outro que participou de todas as vitórias foi o cone-mor Tomas Holmstrom. Vindo do norte da Suécia, da terra onde renas são bichos de estimação, Homer foi o primeiro achado do olheiro Hakan Andersson (também sueco) na Europa.

De lá pra cá Detroit virou uma filial da seleção sueca. Passaram por aqui Anders Eriksson, Fredrik Olausson, Tomas Sundstrom, Mikael Samuelsson e outros. A seleção sueca campeão Olímpica em 2006 tinha 6 jogadores ligados aos Wings (o goleiro Stefan Liv era de Grand Rapids).

Hoje o time conta com Jonathan Ericsson, Johan Franzén, Holmstrom, Nicklas Kronwall, Lidstrom, Andreas Lilja e Henrik Zetterberg. Dos 42 prospectos do time, 10 são suecos, e desde 2000 recrutamos 20 jogadores daquele país.

O aproveitamento desses jogadores é incrível. Dos 18 jogadores que já passaram por aqui, 11 levantaram a Copa. Contando as conquistas de cada jogador individualmente, os suecos já nos ajudaram a ganhar 16 Copas Stanley.

É por essas e outras que nossa temporada 2009-2010 começa na terra das Três Coroas. A busca pela 12ª Copa vai começar nesta sexta e sábado, em duas partidas contra os St. Louis Blues, onde a teoria é que cada jogo é na casa de um time.

Já nessa quarta-feira os Red Wings se preparam enfrentando a equipe do Farjestad. O jogo é às 14hs, e o site NHL.com vai transmitir a partida. A expectativa é que Zetterberg participe do jogo, voltando de uma lesão na virilha.

FALTAM 4 DIAS PARA O COMEÇO DA TEMPORADA 2009-10. LETS GO RED WINGS!

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Melhor blog sobre a franquia de Detroit na NHL baseado no Brasil

Dia de prêmios em Detroit.

Além de termos recebido o Prêmio de Melhor Blog Sobre a Franquia de Detroit na National Hockey League Baseado na República Federativa do Brasil (PMBSFDNHLBRFB), alguns membros do time em si ganharam alguns prêmios menos importantes.

A revista Sporting News decidiu premiar atletas, treinadores e equipes que brilharam ao longo dos anos bolinha (00).

Nick Lidstrom foi escolhido o Jogador da Década da NHL. Nesse período o jogador conquistou ridículos 6 Troféus Norris, 2 Copas Stanleys e 1 Conn Smythe, além do ouro olímpico. Ele foi o primeiro europeu a capitanear uma equipe a conquista da Copa Stanley. Na década, Lidstrom disputou 637 jogos de 656 possíveis (na temporada regular), com 501 pontos. Lidstrom também está no Time da Década.

Mike Babcock foi votado o Treinador da Década. Ele levou os então Mighty Ducks à Final de 2003, e depois do locaute veio para Detroit, onde ganhou uma Copa e tem o melhor aproveitamento da história da franquia. Dirigiu equipes em 492 jogos, com 282 vitórias.

Kenny Holland foi escolhido o Executivo da Década. O vice-presidente e Gerente-geral de Detroit conseguiu manter a equipe no topo da Liga tanto na era do dinheiro livre quanto com o teto salarial.

O Time da Década é:

Jagr-Sakic-Iginla
Lidstrom-Niedermayer
Brodeur

Obviamente, Detroit também foi escolhido a franquia da década. Além das 2 Copas e 4 Troféus do Presidentes no período, desde 2000 diversos jogadores com presença certa no Hall da Fama vestiram a Roda Alada: Yzerman, Lidstrom, Shanahan, Larionov, Fedorov, Hull, Hasek, Osgood, Chelios, Robitaille, Datsyuk e Zetterberg, entre outros jogadores de destaque.

---------------------------------------------------------

Agora o que aconteceu nos últimos dias:
  • Ken Holland confirmou que Darren Helm não vai viajar para a Suécia para estrear com o time. O ser sobrenatural machucou o ombro e está em recuperação, treinando separado do elenco;
  • Tentando reunir o Vancouver Canucks de 2002-03, o atacante Brad May, de 37 anos, está experiência em Detroit. O jogador treinou com o elenco principal e vai participar da partida de amahã contra os Maple Leafs. Daquele time de Vancouver temos confirmado o suposto Anti-cristo Todd Bertuzzi, e há uma expectativa para Holland sequestrar Markus Naslund durante os jogos contra os Blues;
  • Dan Cleary participará do jogo de amanhã, retornando de uma lesão na virilha. Já a virilha de Hank Zetterberg ainda está machucada, e o futuro capitão só deve jogar na partida contra o Farjestad, na Suécia;
  • O ex-goleiro-em-atividade-sem-time Dan Cloutier foi dispensado do elenco, e agora deve procurar um time na Europa.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Notas atrasadas numa segunda à noite

Sim eu sumi, mas não por vontade própria. Provas, internet ruim (morra Vivo, morra) e um fim-de-semana montado com cenas excluídas de "Se beber, não case" (me lembro vagamente de estar à pé no drive-thru do McDonald's às 4 da manhã) me tiraram de circulação por uns tempos. E Vivo, limite de tráfego na internet ilimitada de c* é r*la

Em notícias de verdade, a pré-temporada está a todo vapor (contraditório, mas e daí). Nossa primeira partida foi contra Philadelphia na quarta-feira. Vencemos por 3 a 1, com nossa provável 4ª linha (Draper-Yaba-Larry) mostrando a disposição esperada de uma linha essencialmente defensiva, mas também anotando pontos. Jimmy Howard pegou 6 de 7 chutes, e Daniel Larsson defendeu seus 14.

A segunda partida, contra os Rangers na sexta-feira, foi a mais agitada até agora. Vitória por 4 a 3, com todos es nossos 4 gols no 3º período. Abdelkader continou impressionando, ajudando a equipe a virar o placar ao ser juntado à provável terceira linha, ao lado de Leino e Jason Williams (no lugar de Filppula). Osgoog defendeu 18 de 20 chutes, e Thomas McCollum pegou 10 dos 11.

No sábado a equipe foi ao gelo pela terceira vez em casa, contra o Buffalo Sabres. Num jogo infelizmente típico de Detroit, chutamos ao gol 43 vezes (!), marcando apenas 1 gol (?). Jimmy Howard defendeu 17 de 19 chutes, e um gol sem goleiro deu a vitória por 3 a 1 para os Sabres.

Mas derrotas de pré-temporada não querem dizer nada. O que preocupa mesmo é a ausência de Henrik Zetterberg das partidas. O futuro capitão não participou ainda de nenhuma partida, com uma lesão na virilha. Por sinal, além dele estão de fora Jason Williams, Todd Bertuzzi e Dan Cleary, todos com problema na virilha. Ainda não se sabe se as líderes-de-torcida participaram dos treinamentos ou se essa é a preparação de Patrick Sharp (o cara que espetou os futuros filhos de Nick Lidstrom) para a temporada.

Enquanto alguns vão para o departamento médico, outros chegam à organização, mesmo que não para serem utilizados imediatamente. O atacente Willie Coetzee, de 19 anos e que não foi recrutado ano passado assinou com o clube, e deve continuar jogando na WHL, na mesma equipe de Landon Ferraro.

Outro que assinou contrato é o impressionante eslovaco Tomas Tatar. O jogador foi recrutado faz apenas 2 meses, mas já chamou atenção no training camp e nos treinamentos com o time principal. Ele pode ir para a OHL para jogar em Plymouth ou jogar na AHL pelos Griffins. Na Ontario Hockey League ele teria mais tempo de jogo e provavelmente mataria os defensores, marcando pontos a torto e a direito, enquanto em Grand Rapids ele teria perticipações breves e aprimoria principalmente os atributos físicos e defensivos. Kenny Holland acah que que o garoto não está totalmente pronto para jogar com gente grande (apesar de ser o desejo do jogador), mas não acah que o tempo na OHL vai fazer muito pela evolução de Tataruga (Molho Tártaro, Tatá, Tatu? Alguma outra idéia?)

Outro jogador que (pelamordeYzerman, não!) pode assinar é Dan Cloutier. A peneira, ops, o goleiro ainda está em experiência, e (pelamordeHelm, não!) vai ficar no banco na partida contra os Rangers, a primeira dos Wings fora de casa. Aliás, esse é o nosso time desta noite:

Mula-Dats-Homer
eVille-Filp-Ritola
Ryno-Emmerton-Malts
Newbury-Yaba-Tatar

Kronny-Stu
Meech-Sony
Kinder-Delmore

Larsson
Cloutier (!!!)

A minha internet (é a Vivo, não contratem) é ridícula, não estou nem conseguindo ouvir os jogos pela rádio, então não vou fazer muitos comentários sobre os jogos. A partida será transmitida, ou seja, divirtam-se com os streams.

Agora estou indo, preciso descobrir porque tem uma galinha no meu quarto... Assistam "Se beber, não case", se façam esse favor

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Resumo do training camp

Tudo o que aconteceu em Traverse nos últimos dias.

Jogos

Domingo, Howe 5x4 Delvecchio

Howe: Leino 4 pts., Filppula 3 pts., Jason Williams 3 pts.
Delvecchio: Zetterberg 2 pts., Ritola 2 pts., Jeremy Williams 2 pts.

Segunda, Lindsay 4x1 Howe

Lindsay: Tatar 2 pts., Pare 2 pts., Lebda 2 pts.
Howe: Nestrasil 1 pt., Johnston 1 pt., Kolosov 1 pt.

Terça, Branco 0x3 Vermelho

Time Vermelho: Datsyuk 2 pts., Tatar 1 pt.


Lesões

-Foi confirmado que Andreas Lilja vai começara a temporada na lista de contundidos;
-Henrik Zetterberg não jogou na terça com uma lesão na virilha, mas vai participar do jogo de sexta-feira contra os Rangers;
-Darren Helm vai ficar de fora entre 3 e 4 semanas. O jogador tropeçou no taco de Logan Pyett e se chocou nas bordas, machucando o osso. Ele não vai participar dos jogos da pré-temporada e dificilmente viajará para a Suécia;
-Dick Axelsson não jogou por uma lesão no joelho;
-o prospecto Gleason Fournier teve participação limitada devido a uma contusão;
-Ryan Oulahen não foi para o gelo em nenhum momento, se recuperando de uma lesão no quadril desde o ano passado.

Notas

-A linha de Leino-Filppula e Jason Williams funcionou muito bem durante os treinos. Como Babcock prefere utilizar Datsyuk e Zetterberg separados, provavelmente essa será nossa 3ª linha;
-o eslovaco Tomas Tatar continuou impressionando durante o training camp depois de já ter chamado a atenção durante o Torneio de Prospectos. Não se sabe se o jogador vai voltar para a Europa, vai jogar na OHL ou em Grand Rapids;
-Justin Abdelkader, Jeremy Williams e Kris Newbury são os candidatos a ocupar o lugar de Darren Helm enquanto este estiver machucado;
-Ken Holland disse já ter conversado com o empresário de Dan Cloutier e já sabe os valores para que este assine, mas nada está certo. O contrato seria da modalidade two-way, colocando Cloutier em algum time de liga menor.

Está chegando!

Hoje à noite começa a pré-temporada, na Joe Louis Arena. O jogo não estará na TV e nem nas rádios FMs de Detroit, ou seja, só atualizando o NHL.com para saber como estamos. As linhas do jogo de hoje serão:

Franzen-Datsyuk-Holmstrom
Draper-Abdelkader-Eaves
Ritola-Newbury-Mursak
Ryno-Emmerton-Williams

Lidstrom-Kindl
Meech-Rafalski
Ericsson-Delmore

Howard
Larsson

sábado, 12 de setembro de 2009

Training camp

Estou decepcionado... Tio Mike declarou que pretende usar Zetterberg e Datsyuk em linhas separadas, com Filppula e Helm centrando outras duas linhas. Só espero que Flip mostre que pode centrar a segunda linha para que o treinador se sinta seguro em usar seu Circo Voador (Dats, Zetta, Homer) na primeira linha durante a temporada.

Foram divulgados os times que participarão dos primeiros dois dias do training camp, e é esperada a participação de Andreas Lilja (Babcock disse que ele está pronto, mas Kenny Holland não confirma). Essas são as prováveis linhas, com a liga ou time em que o jogador está.

Time Lindsay

Mula-Dats-Homer (todos dos Wings)
Dick Axelsson-Yabadaba-Malts (Griffin, Griffin e Wing)
Tatar-Newbury-Francis Pare (Europa, Griffin e Griffin)
Ferraro-Willie Coetzee (os dois da WHL, Coetzee está em experiência)

Lids-Kinder (Wing e Griffin)
Lebda-Ericsson (Wings)
Almqvist-Eardhart (Suécia e WHL)

Osgood (Wing)
McCollum (Griffin)

Time Delvecchio

Bertuzzi-Zetta-Cleary (todos Wings)
Ritola-Helm-Jeremy Williams (Griffin, Wing, Griffin)
Vigilante-Emmerton-Tardiff (todos da AHL; Vigilante joga em Syracuse e está em experiência)
Raedeke-Fyten (os dois da WHL, Fyten em experiência)
Oulahen (Griffin, está machucado)

Kolosov-Rafalski (Griffin, Wing)
Janik-Stuart (Griffin, Wing)
Piche-Pyett (Griffins)

Howard (Wing)
Pearce (ECHL)

Time Howe

Leino-Filppula-Jason Williams (todos Wings)
Mursak-Draper-Eaves (Griffin, Wing, Wing)
McGrath-Francis Lemieux-Ryno (todos Griffins, Francis em experiência)
Johnston-Callahan-Nestrasil (OHL, WHL, QMJHL)

Kronny-Delmore (Wing, Griffin)
Lilja-Meech (Wings; Lilja é dúvida)
Lashoff-Fournier (OHL, QMJHL; Fournier está machucado)

Larsson (Griffin)
Cloutier (em experiência)
Whitley (CIS, em experiência)

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Capital do Hóquei: Traverse City

22,5 km², aproximadamente 15 mil habitantes, e um complexo esportivo com apenas dois ginásios de hóquei. Não parece muito, certo? Mas entre 5 e 15 de setembro os olhos dos torcedores do Detroit Red Wings estarão na pequena cidade, que recebe tanto o Torneio de Prospectos quanto o training camp da equipe da NHL.

Torneio de Prospectos

Ocorreu entre 6 e 10 de setembro, e envolveu 8 equipes (Red Wings, Thrashers, Rangers, Hurricanes, Blue Jackets, Stars, Wild e Blues). Foi a 12ª edição do campeonato, ao qual os times podem levar no máximo 4 jogadores profissionais, ou seja, aquels que já jogaram na AHL, ECHL ou CHL.

A campanha dos Red Wings

6/9 Detroit 6-4 Atlanta
7/9 Carolina 5-3 Detroit
9/9 NY Rangers 4-3 Detroit
10/9 Detroit 4-1 Dallas (valendo o 5º lugar)

O time jogou de maneira inconsistente ao longo do torneio. No primeiro jogo chegou a estar perdendo por 4 a 1 antes de se impor no jogo; mandou no jogo contra Carolina mas parou no ótimo goleiro dos 'Canes, além de não ter uma boa atuação de seu goleiro; e só apareceu para o jogo contra os Rangers depois de estar 4 gols atrás no placar.

O grande destaque foi o eslovaco Tomas Tatar. O central anotou 5 pontos, 3 deles em gols. Seu +/- de +5 foi o terceiro melhor do time, e sua porcentagem de acerto nos chutes foi impressionante: os 3 gols saíram em 5 chutes.

Outro que foi bem foi o goleiro Thomas McCollum, que participou da primeira e da última partida. Contra Atlanta ele fez o básico sem comprometer, mas contra Dallas foi muito bem e parou 24 dos 25 chutes. Terminou o torneio com 2 vitórias, GAA de 2.5 e 90,6% de defesas.

A surpresa foi o defensor Brian Lashoff, com +/- de +2 e 3 pontos. O ponto alto foi na partida contra os Rangers: perdendo por 2 gols faltando pouco para acabar o jogo, Detroit lançou um atacante a mais no gelo, ficando sem goleiro; os Rangers quase marcaram, mas o chute foi bloqueado por Lashoff, que na sequência da jogada marcou o 3º gol da equipe.

O Detroit ficou com a 5ª colocação no torneio, que foi vencido pelo Carolina Hurricanes (4 a 0 na final sobre Columbus).

Training camp

O elenco completo dos Wings vai sair da Joe Louis Arena na 6ª feira, dia 11, às 8 da manhã, de onde seguem viagem para Traverse City, a 389 kilômetros de Detroit.

Chegando em Traverse os jogadores vão participar de um torneio de golfe com torcedores sortudos que compraram ingressos. À noite vai acontecer um jantar onde os torcedores sortudos vão se sentar à mesa com o elenco da equipe.

O dia 12 é de treinos físicos e nada especial, mas no dia 13 os treinamentos começam pra valer. Os jogadores serão divididos em 3 times (Sawchuk, Lindsay, Delvecchio*) e disputarão partidas leves entre si. Esse mini-torneio acaba no dia 14, com o jogo da "medalha de ouro".

Ao longo desses primeiros dias alguns jogadores serão dispensados, e no dia 15 vão sobrar apenas jogadores suficientes para formar dois times, Branco e Vermelho, que vão se enfrentar na partida que marca o encerramento do training camp.

Pré-temporada

No dia 16 já ocorre a primeira partida da pré-temporada, em casa contra o Philadelphia. Não é prevista transmissão da partida. O calendário da pré-temporada é:

16/9 Flyers (C)
18/9 Rangers (C)
19/9 Sabres (C)
21/9 Rangers (F) vai ser transmitida
22/9 Flyers (F)
25/9 Maple Leafs (C) vai ser transmitida
26/9 Maple Leafs (F) vai ser transmitida
27/9 Penguins (C) vai ser transmitida
30/9 Farjestad (Suécia)

Está chegando, faltam 22 dias para começar a temporada 2009-10. Go Wings, Go!

*os sites de Detroit se contradizem quanto aos nomes; Lindsay e Delvecchio são certeza, mas o terceiro time pode ser Howe ou Sawchuk

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Deus, Epaminondas, Risadinha e a molecada

O que aconteceu nos últimos dias:

-Acabou a novela Jorge Hudler. Não falávamos sobre isso faz um tempo (já tinha acabado a paciência), mas vocês devem se lembrar que a alegação da NHL (e da USA Hockey) era que, ao pedir a arbitragem, Hudler manifestava o desejo de permanecer nos Estados Unidos. Acontece que tudo foi mal-feito.

Hudler pediu para seu agente solicitar a arbitragem, mas por algum motivo bizarro não assinou o requerimento. A IIHF entende que isso invalida a arbitragem, inclusive o contrato que lhe foi proposto, e agora autoriza o jogador a jogar na KHL, ainda com seus "direitos federativos" reservados a Detroit. Demos voltas e voltas (e voltas e voltas e voltas) para voltar ao ponto de partida.

-Se a novela acabou, o seriado médico continua a toda. Andreas Lilja havia dito a um jornal sueco que imaginava estar pronto para o training camp, mas ao chegar à Detroit para os treinos facultativos declarou ter voltado a sentir fortes dores de cabeça.

Imagina-se que isso tenha a ver com o voo e a diferença de fuso-horário, mas o fato é que Lilja pode não participar dos treinamentos. Ele disse que o máximo de tempo que passou sem dores foi dois dias. Lilja, se preocupa primeiro em viver bem, depois em voltar a jogar.

-Deus Helm, #43, está pronto para o training camp. A comissão técnica colocou seu armário do vestiário ao lado de Kris Draper, com quem é sempre comparado.

O Senhor parece estar consciente que a vaga no elenco principal não é automaticamente dele, principalmente por ser o único jogador do time "de cima" que pode ser mandado para a AHL sem passar pelos waivers, o que faz com que ele seja a opção mais fácil de ser rebaixada caso o time precise de espaço no teto salarial.

Draper está otimista quanto ao garoto, e ansioso para passar ao Ser Supremo a experiência adquirida ao longo de sua carreira.

-Os Red Wings tem uma vitória (6x4 Atlanta) e uma derrota (5x3 Carolina) na competição de prospectos em Traverse City. O maior destaque da equipe vem sendo Tomas Tatar, com 3 gols e 1 assistência.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Asas Vermelhas 4ª edição


Kris Newbury
Qualquer posição do ataque (Grand Rapids Griffins)
27 anos (19/02/1982), 1.78m, 91kg
Chegou como agente-livre mês passado

Jogadores de Detroit definitivamente não sabem brigar. Nessas férias deixamos ir embora Darren McCarty e Aaron Downey, dois pugilistas de verdade, e seguramos Andreas Lilja, que sofreu uma concussão que pode acabar com sua carreira. É a mesma situação pela qual passou um novo Griffin, Kris Newbury, que em 2007 apanhou de Ronald Petrovicky até cair. Nosso arena pode se chamar Joe Louis, mas o pugilista se envergonharia de nossos rapazes.

Newbury é basicamente o que eu seria se fosse um jogador de hóquei: não tem a mínima intimidade com o taco ou o disco, mas é esforçado. É bem disposto e não tem medo de jogo físico, mas comete penalidades com frequência muito alta para um jogador de 4ª linha. Se não conseguiu um lugar no time de Toronto provavelmente não vai fazer nada em Detroit, mas deve ser bem utilizado em Grand Rapids.

Em 2008-09: 6 gols e 29 pontos em 33 jogos na AHL
Projeção: vai ser um jogador de 1ª ou 2ª linha nos Griffins, podendo jogar uns 5 jogos na NHL por causa de lesões
Acho que não vai precisar falar...: Crrris Nubãrrri (caipira)

Jimmy Howard (Jimma!, Howie, The Jimmy, Hot Howie(?))
Goleiro
25 anos (26/03/1984), 1.83m, 93kg
Recrutado em 2003, estreou em 2005

Antes de avacalhar o garoto, vou dizer uma coisa boa: ele sabe jogar. Não é enorme mas sabe se impor na frente do gol. Não se fixa num estilo, sabe variar e é inteligente; tem um forte tendência a melhorar nos momentos decisivos e pode fazer defesas importantes com tranquilidade. Se posiciona muito bem, o que faz com que não precise fazer defesas acrobáticas com frequência, e é muito bom em segurar rebotes em chutes baixos.

Mas... Essas opiniões são de quem o vê num bom dia. Howard é extremamente inconsistente. Seu jogo oscila ao londo da temporada, ao longo do jogo, ao longo do período. Ele faz uma grande defesa e 5 minutos depois deixa entrar uma bola de praia no gol (piada obrigatória de Dan Cloutier). Tem sérios problemas de confiança e estranhas complicações físicas: depois de 4 temporadas na AHL ainda diz não ter se acostumado com a temporada de 80 jogos (a universitária tem só 40).

O único defeito óbvio que tem é com chutes altos, onde não consegue controlar rebotes. O resto pode ser trabalhado com um bom psicólogo ou coisa parecida, e quem sabe a segurança de ser um jogador fixo no elenco faça com que seu jogo seja mais regular.

Em 2008-09: 45 jogos, 21 vitórias e 18 derrotas, 4 shutouts, 2.54 gols cedidos e 91,6% de defesas (Grand Rapids)
Projeção: Holland já deixou claro que Howie é o reserva de Osgood. Com Osgood envelhecendo e precisando de descanso para a pós-temporada, Jimmy deve jogar entre 25 e 35 jogos (se fizer por merecer)
Como pedir para que não jogue: Djími Ráuard

Brad Stuart (Stuey, Disco Stu, Whiplash)
Defensor
29 anos (6/11/1979), 1.88m, 97kg
Chegou via troca em 2008

... ... ... Limpando o Jogo 7 da mente ... ... ...

O contrato de Brad Stuart tem duração até 2012. Logo, Stu tem 3 temporadas para me fazer esquecer do último jogo das Finais do ano passado. Resumo sua participação naquele jogo dessa maneira: não ficaria surperso se aparecesse uma filmagem de Mario Lemieux lhe entregando uma mala preta com papéis verdes com as faces de presidentes estampadas.

Fora aquela noite maldita, Brad Stuart foi sensacional nos playoffs. Foi o segundo em tempo de jogo no time durante a pós-temporada, atrás apenas de Lidstrom. Seu jogo sempre foi um pouco mais focado no ataque, mas em Detroit teve esse seu lado reduzido por jogar ao lado de Nicklas Kronwall; porém nesses playoffs, com 9 pontos em 23 jogos, Stuart parecia estar em 3 lugares do gelo ao mesmo tempo. Chegamos até a colocá-lo numa lista de candidatos ao Conn Smythe caso o universo não fosse cruel e nos deixasse ganhar a Copa.

O ideal seria que o jogador mantivesse o desempenho da pós-temporada ao longo desse ano, tanto ofensiva quanto defensivamente, e o é provável que consiga. Será a segunda temporada completa do jogador com a Roda Alada no peito, e seu jogo balanceado combina perfeitamente com o do seu parceiro de linha.

Em 2008-09: 2 gols e 15 pontos em 67 jogos
Projeção: 2ª linha defensiva, em certos momentos na 1ª; vai jogar em desvantagem numérica com frequência
Como comemorar os trancos: Brrréd (caipira) Istuart

Kirk Maltby (Malts, Milkshake, Shaker)
Asa esquerdo
36 anos (22/12/1972), 1.83m, 88kg
Chegou por troca em 1996

1000 jogos na carreira. Daqui a 7 jogos será o asa esquerdo com mais jogos disputados pelos Red Wings, passando o grande Ted Lindsay. Das 15 temporadas que disputou até hoje, 12 (mais 6 jogos) foram por Hockeytown. Ganhou sua primeira Copa Stanley em seu primeiro ano completo em Detroit e nunca mais saiu. Apesar de apenas 216 pontos em 856 jogos por Detroit, Maltby foi quase tão importante para o time quanto Lidstrom, Holmstrom, Draper e McCarty (esses são os que ganharam todas as últimas Copas).

É difícil separar Kirk maltby de sua história com o time. Não sou apenas eu, mas a verdade é que provavelmente o jogador teria sido sacado da equipe se não fosse quem é. Seu +/- é negativo em todas as temporadas pós-locaute, não tendo passado de 11 pontos desde então.

Seu jogo também mudou. Antes um atacante defensivo muito bom, veloz e destemido, provocador para causar penalidades adversárias, hoje Malts é mais lento e não consegue mais pressionar o opnente em sua zona defensiva, e é mais propenso a cometer penalidades desnecessárias. Ainda sabe matar penalidades, mas com os jogadores que temos dificilmente será utilizado nessa situação.

Este é seu último ano de contrato, e infelizmente é difícil imaginar que receberá uma extensão. O jogador já disse que não pretende se aposentar ao fim da temporada, o que significa que provavelmente veremos o "Maltby #18" em outra camisa, uma visão não muito agradável...

Em 2008-09: 5 gols e 11 pontos em 78 jogos
Projeção: jogador de 4ª linha, muitas vezes vendo o jogo das tribunas
Como se lembrar dos velhos tempos: Quirc Máltbi

sábado, 5 de setembro de 2009

Cara nova (ou não)

Certo, não exatamente nova.

O goleiro Dan Cloutier, de 33 anos, vai participar do training camp de Detroit, entre os dias 13 e 15 de setembro. Foi ele mesmo que contatou a equipe se oferecendo para esse teste.

Cloutier já deu alegrias à nossa torcida, a maior delas ao engolir um chute de Nicklas Lidstrom do meio do gelo na 1ª rodada dos playoffs de 2002. Sua última partida na NHL foi pelo Los Angeles Kings em 10 de fevereiro de 2008.

As chances dele ser efetivado em Detroit são mínimas, mas o goleiro pode se firmar como uma opção para a temida implosão de Jimmy Howard caso a gerência ainda não confie nos garotos de Grand Rapids.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Caçadores de mitos

Como torcedores do melhor time de hóquei no gelo, estamos acostumados com duas coisas: vitórias e apreensão. Uma coisa é ser um time pequeno como Pittsburgh ou Chicago e perder sempre, outra é dominar a Liga por tanto tempo e ter medo de perder seu lugar no topo.

Vou tentar responder algumas das perguntas que mais preocupam a fanática torcida brasileira do Detroit Red Wings.

O time está velho

Mito bizarramente espalhado desde meados da década de 90. Considerando o elenco do último dia da temporada regular do ano passado (12/04) estamos 0,59 ano mais novos. É uma diferença ridícula, mas mais ridículo é dizer que estamos mais velhos. Saíram Chelios, Samuelsson, Hossa e Conklin, todos veteranos, e vão jogar integralmente Ericsson, Helm, Leino, Eaves e Howard, todos mais novos.

O time está cansado

Possível. Estamos numa sequência de três anos de Finais de Conferência e duas Finais da Stanley. Nos últimos anos jogamos mais vezes que qualquer outra equipe. Veja esses números:

2005-06: 92 jogos
2006-07: 98 jogos
2007-08: 98 jogos
2008-09: 99 jogos

Esses são os números de nosso capitão Nicklas Lidstrom pós-locaute, incluindo temporada regular, pós-temporada e as Olimpíadas de 2006. Esse ano teremos mais Olimpíadas por isso nossos jogadores não terão descanso.

Datsyuk, Filppula, Zetterberg, Franzén, Leino, Holmstrom, Cleary, Lidstrom, Rafalski e Kronwall estão brigando por lugares em suas seleções, e alguns desses já participaram de seletivas nacionais.

Zetterberg, Datsyuk, Franzén, Holmstrom, Lidstrom, Draper, Maltby, Cleary, Stuart, Lebda e Kronwall tem históricos de lesões, e a quantidade de jogos recentes pode limitar nosso elenco ao longo da temporada. Esperamos que a vontade de ganhar supere esses obstáculos.

Não temos goleiro

Semi-mentira. As duas últimas temporadas fixaram Chris Osgood na galeria dos grandes goleiros de pós-temporada, mas a última temporada regular foi assustadora, e só não tivemos (mais) problemas porque o reserva era o competente Ty Conklin.

A saída de Conker nos deixa com o garoto (?) Jimmy Howard, de 25 anos, que há tempos está no sistema de Detroit mas nunca convenceu ninguém que é pra valer, nem na NHL e nem em Grand Rapids.

Uma (possível, até provável) implosão de Howard nos obrigará a subir o sueco Daniel Larsson da AHL. Ano passado ele já deu uma canseira em Howard pela vaga de titular dos Griffins, e não me surpreenderia de vê-lo jogar algumas partidas com os peixes grandes.

O segredo é a tranquilidade. Osgood admitiu que temporada passada se concentrou demais em jogar como nos playoffs de 2008, e isso o atrapalhou. Se estiverem com a cabeça no lugar, nossos goleiros não vão dar trabalho.

Nossa defesa é fraca, pequena e não funciona mais

Mentira deslavada e sem cabimento. A defesa é fraca e pequena? Pergunte para RJ Umberger e Martin Havlat o que eles pensam. Nosso grupo defensivo é provavelmente o melhor da Liga, quem sabe tendo sido agora alcançado por Calgary.

Lidstrom é um dos melhores da história, e junto com Rafalski, outro grande, comanda uma defesa muito boa. Nossa 2ª linha, Kronwall e Stuart, poderia ser a 1ª em muitos times. Ericsson está na 3ª linha mas poderia até ser na 1ª, Lilja atá se lesionar vinha jogando como 2ª linha, Lebda surpreendeu com um jogo consistente, e Meech teria lugar cativo no elenco caso jogasse em outro lugar.

Por que, então, tantos problemas ano passado? A equipe não confirma, mas estima-se que o técnico responsável pela defesa seja Brad McCrimmon. Ele chegou ano passado, vindo de Atlanta. Boatos dão conta que ele só veio por ser um rosto familiar de Marian Hossa, que havia jogado nos Thrashers.

Sendo sua primeira temporada, é razoavelmente compreensível tantas falhas, ainda que não justifique uma defesa e time de desvantagem numérica tão ruins, ainda mais com o corpo defensivo que temos e atacantes do porte de Datsyuk e Zetterberg.

McCrimmon tem que fazer um bom trabalho nessa temporada se quiser manter seu emprego, então espere mudanças para melhor.

A concorrência aumentou

Em termos. Temos alguns candidatos a estragar nossa festa:

Chicago Blackchickens. O Gerente-Geral trouxe uma estrela para complementar sua jovem promessa. Agora o GG (Tallon) foi trocado (por Bowman), a estrela (Hossa) está de fora de boa parte da temporada e a promessa (Kane) brigou com um taxista por 20 centavos. O goleiro deles é Cristobal Huet, eles tem Brian(ta) Campbell na defesa e o técnico é freguês de longa data. Só perdemos a Divisão se o time se poupar durante a temporada;

Anaheim (Mighty) Ducks. Pronger foi embora, mas os Niedermayers, Getzlaf e Perry ainda estão lá: odeiem-os. A divisão do Pacífico é fraca e vai lhes ajudar, mas o futuro depende de um jovem goleiro (Hiller);

São José Sharks. A defesa piorou, o capitão foi destronado, Thornton está sendo visto como um farsante (finalmente) e ninguém consegue confiar nesse time;

Aves Terrestres de Pittsburgh. Quero ver como vão se comportar agora que todo mundo quer uma casquinha dos campeões (já volto, vou vomitar)... ... ... O time não é tão bom, quase não foi aos playoffs passados, e ganhou a Copa (barf) montado nas costas de um jogador fenomenal (Malkin), um defensor e um goleiro quentes (Scuderi e Fleury) e uma arbitragem horrível. Mas o Leste é fraco, eles vão chegar em algum lugar;

New England Bruins. A verdadeira ameaça do Leste. Ataque profundo, defesa muito bem montada, um goleiro que finalmente ganha o respeito que merece. Perigosos.

Quase certeza que não ganharemos o Troféu dos Presidentes, por jogarmos regularmente contra 3 bons times (Chicago, Columbus e St Louis), mas ainda temos a equipe mais talentosa da Liga.

A gerência está perdendo o dom

Absurdo. O período de férias tem três aspectos:

Quem sai. Hossa foi um jogador de aluguel, Kopecky não fará falta, Samuelsson era irregular, Conklin era só reserva, Chelios jogava com um andador e Hudler ainda volta.

Quem fica. Essa parte foi parcialmente resolvida ao longo da temporada, ao assinarmos Zetterberg e Franzén por muito tempo. Leino renovou por pouco dinheiro e muita disposição.

Quem chega. A garotada está subindo de Grand Rapids. Eaves é uma incógnita à la Dan Cleary, e veio por pouco. As reclamações tratam de Bertuzzi e Williams, mas boa parte tem a ver com quem eles são.

Ficaríamos felizes por assinar um grandalhão com 44 pontos em 66 jogos se seu nome não fosse Todd Bertuzzi. Ficaríamos felizes por trazer um atacante habilidoso que produz algo em torno de 50 pontos se seu nome não fosse Jason Williams. Ficaríamos mais felizes ao saber que esses dois custam só 3 milhões ao time.

Certos jogadores não dá mesmo pra engolir (Pronger, Lemieux, Paulo Nunes) ao chegarem no time, mas é possível se acostumar com quase todos. O símbolo na frente da camisa importa mais que o nome atrás.

Holland não perdeu os conhecimentos de montar um time. Os jogadores que chegaram não vieram para jogar 20 minutos por noite, vieram para complementar o talento que já tínhamos.

-------------------------------------------------------

Essas parecem ser as maiores questões sobre o time ao nos aproximarmos do campeonato. Sintam-se livres para discordar, me xingar ou expor alguma outra dúvida.