sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Lesões

Pela milésima vez nos últimos 30 meses, desisto. Não é possível, os Red Wings nunca vão ficar saudáveis?

Jan Mursak, o garoto do tornozelo quebrado, passou por mais exames e fica de fora do gelo até o Natal. Dan Cleary ("parte de cima do corpo") e Mike Commodore ("parte inferior") sentem dores e não jogam mais na pré-temporada, e não estão garantidos na estreia da temporada regular.

Além disso, Pavel Datsyuk (costas), que estava na escalação para o jogo desta sexta-feira, não irá jogar para descansar. Pavel deve perder apenas este jogo. Brad Stuart sofreu com dores na virilha ao longo desta semana, mas vai jogar contra Toronto.

Como se não bastassem as lesões, os Red Wings tem o problema da nova política disciplinar da NHL. Tentando limitar golpes na cabeça e jogadas perigosas, a Liga (através do Vice-Presidente de Segurança dos Jogadores, Brendan Shanahan) já suspendeu vários jogadores antes mesmo da temporada começar. Amanhã deve ser divulgada alguma punição a Brendan Smith, que atingiu a cabeça de Ben Smith no jogo contra os Blackhawks na quarta-feira.

Pena ver Smith, de tanto potencial, ser punido antes mesmo de começar sua carreira na NHL (não é oficial ainda, mas se a Liga for consistente ele será suspenso por alguns jogos). Mas é o certo, e é bom finalmente ver a NHL cuidando de seus atletas.

Agora só falta alguém desenterrar o sapo maldito da Joe Louis.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Pré-temporada: apatia e contusão

A pré-temporada está rolando, e está meio difícil de acompanhar (quando não é prova, é um jogo que ninguém presta atenção) (quando eu digo "ninguém" eu quero dizer " nem o site oficial da NHL [que é uma porcaria] coloca os números do jogo ao vivo e a gente tem que acompanhar no site da ESPN [que não liga para hóquei] ou pelo twitter de um tiozinho que estava na arena [valeu, tiozinho]").

O primeiro jogo foi quarta-feira passada, derrota para os Pinguins por 2-3. Os gols de Detroit foram de Niklas Kronwall e Jiri Hudler, ambos com assistências de Pavel Datsyuk.

Na quinta e sexta-feira os jogos foram contra os Flyers, com uma vitória e uma derrota. A vitória veio nos pênaltis, num jogo em que Darren Helm, Valtteri Fillpula e Ian White marcaram no tempo normal (4-3) e White fez o gol que selou a vitória. A derrota foi por 1-3, Fabian Brunnstrom anotou para os Wings e Mike Commodore teve sua primeira briga com a camisa vermelha.

Já hoje mais uma vitória, mais um 4-3 após disputa de pênaltis. Filppula, Henrik Zetterberg e Nicklas Lidstrom marcaram para Detroit, que venceu após a fantástica cobrança de pênalti de Todd Bertuzzi (não foi a decisiva, mas olha isso).

O time parece desinteressado, e os poucos que se destacam são Filppula (se dando bem como asa), Hudler, White e Brunnstrom. Se Hudler e Brunnstrom pareciam disputar uma vaga (só eu acho isso, mas dane-se), eles ganharam mais tempo para mostrar serviço com a primeira aparição do sapo enterrado na temporada.

Como sempre acontece, um Red Wing se machucou na pré-temporada. Dessa vez foi o garoto Jan Mursak, que se chocou com as bordas e fraturou o tornozelo. Mursak vai ficar afastado por dois meses, adiando a saída de sei-lá-quem-vai-sair.

O time descansa até quarta-feira, quando enfrenta os Maple Leafs.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Wings vs. Penguins

Pré-temporada começa, e o time que joga hoje é o time "Vermelho" do training camp, com Jim Howard no gol.

Finalmente, 20hs de Brasília.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Quem sobrou

Amanhã é o dia do duelo Vermelho vs. Branco no training camp. Os times são formados pelos principais jogadores que sobraram após os primeiros cortes, e ficam assim:

Branco

Valtteri Filppula-Henrik Zetterberg-Johan Franzén
Justin Abdelkader-Darren Helm-Todd Bertuzzi
Gustav Nyquist-Joakim Andersson-Willie Coetzee
Tomas Jurco-Brent Raedeke-Francis Pare

Nicklas Lidstrom-Ian White
Jonathan Ericsson-Jakub Kindl
Brian Lashoff-Doug Janik
(Travis Earhardt)

Ty Conklin (Jordan Pearce)

Vermelho

Dan Cleary-Pavel Datsyuk-Patrick Eaves
Drew Miller-Cory Emmerton-Tomas Holmstrom
Jiri Hudler-Ryan Johnson-Fabbian Brunnstrom
Tomas Tatar-Chris Conner-Jan Mursak

Niklas Kronwall-Brad Stuart
Brendan Smith-Mike Commodore
Garnett Exelby-Logan Pyett

Jim Howard (Joey MacDonald)

 Nos últimos dias o elenco esteve dividido entre os times Howe, Lindsay e Delvecchio, que se enfrentaram. Os resultados foram

Delvecchio 2-1 Howe, com gols Brunnstrom, Eaves (Delvecchio) e Filppula (Howe).

Howe 6-3 Lindsay, com gols de Conner, Tatar, Janik, White e Franzén duas vezes (Howe), enquanto Bertuzzi, Zach Franco e Nick Oslund fizeram para o Lindsay.

Os destaques individuais ficam para Eaves (que ganhou uma chance de jogar nas linhas de cima e está impressionando), Brunnstrom (pressionando Emmerton por uma vaga no elenco, tendo marcado o gol da vitória no jogo Delvecchio-Howe) e Franzén (fazendo gols como se espera dele).

Nenhum jogador se contundiu seriamente, apenas Jurco sentiu dores e Howard descansou hoje devido a dores no pé. Tomara que essa tendência se confirme ao longo do ano, já faz tempo que os Red Wings não tem uma temporada razoavelmente saudável.

Interessante notar Filppula na asa de Zetterberg desde o começo. A melhor fase de Valtteri foi no fim da temporada 2009-10, exatamente ao lado de Hank, e a mudança também dá espaço para o constante crescimento de Helm (se ninguém queria separar Zetta e Pavel por não confiar em Flip na terceira linha, Helm se mostrou muito mais confiável e regular na vaga).

Também é notável que Mike Babcock finalmente rebaixe Bertuzzi e Holmstrom, jogadores no fim de carreira que, ainda que úteis, não devem servir de obstáculo no crescimento de gente como Eaves e Abdelkader. Resta saber o quanto eles podem ser efetivos em seus novos papéis, mas é claro que, no caso de Homer, o sueco continuará a exercer seu papel de cone em vantagem numérica.

É isso, e  dia 21 (quarta-feira) tem o primeiro jogo de pré-temporada contra os Pinguins.

Finalmente!

sábado, 17 de setembro de 2011

Datsyuk #24 e o calendário

Se a franquia Detroit Red Wings puder ser definida em uma palavra, a vencedora seria "classe" (com "dinastia" um pouco atrás).

No mais recente exemplo de classe Red Winga, Pavel Datsyuk vai vestir a camisa número 24 durante a pré-temporada, como homenagem a Ruslan Salei. Pavel diz que usar a camsia de Salei será como conhecê-lo um pouco mais. "Foi apenas um ano, e agora sinto falta dele".

A pré-temporada começa dia 21 de setembro, e este ano os Wings farão oito jogos de preparação, o último deles em 2 de outubro. Os adversários serão Pittsburgh, Philadelphia, Chicago e Toronto (duas vezes cada).

A temporada começa na sexta-feira, 7 de outubro, contra os Senators, um dos jogos imperdíveis do ano. São eles:

7 de outubro, Ottawa Senators (casa). Estréia na temporada, contra o ex-assistente Paul MacLean, agora treinador dos Senators. No dia seguinte os Wings jogam em Denver contra o McLanche (sim, abrimos o ano com jogos em dias seguidos em zonas horárias diferentes. Obrigado, Bettman).

13 de outubro, Vancouver Canucks (casa). Os campeões da Conferência Oeste visitam a Joe duas vezes, a outra é 23 de fevereiro.

28 de outubro, San Jose Sharks (casa). O movimentado mês de outubro tem mais um jogão, contra os algozes de Detroit por duas temporadas seguidas.

30 de novembro, Tampa Bay Lightning (casa). Pela primeira vez na vida Steve Yzerman entrará na Joe Louis como o "inimigo", podem esperar homenagens.

10 de dezembro, Winnipeg Jets (casa). Os Red Wings recebem os Jets pela primeira vez desde 1996, no que também é uma revanche deles pelos dois últimos playoffs.

13 de dezembro, Pittsburgh Penguins (fora). Neste ano só enfrentamos os pinguins uma vez: essa. Ninguém sabe se até lá Sidney Crosby já estará de volta, e seria uma pena perder mais um duelo Hank-Rosby.

31 de dezembro, St Louis Blues (casa). O tradicional jogo de ano-novo, pra fechar 2011 xingando os Smurfs e estourando champanhe.

19 de março, Washington Capitals (casa). Alex Ovechkin contra Pavel Datsyuk, Alex Semin contra alguém (disseram que ele poderia vir para Detroit [duvido], vai saber que camisa estará vestindo).

Esses são os jogos mais interessantes, além de todos os outros. Só pra constar, os Wings ganharam 8 dos 15 jogos que citei nos dois últimos anos. Sei lá.

obs.: hoje começa o training camp, mas as linhas utilizadas não querem dizer nada, já que foram montadas para que o elenco do ano passado possa comparecer ao velório de Brad McCrimmon

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Ainda não foi a vez da garotada

Os Red Wings organizaram o Torneio de Prospectos de Traverse City mais uma vez, e mais uma vez ficaram no meio do caminho.

O torneio acabou hoje, com os Wings em 7º lugar. Foram quatro jogos, com duas derrotas nas duas primeiras partidas e duas vitórias no final. As derrotas foram para os Blue Jackets (3-7) e Wild (2-4), e vitórias sobre Sabres (5-2) e Hurricanes (4-1).

O grande destaque, nem tanto pela performance, foi do defensor Brendan Smith. Smith foi o primeiro prospecto a vestir um "C" na camisa em muito tempo (nesse torneio os Wings sempre vão com três "As"), fato que mostra mais uma vez a confiança do comando do time no desempenho do garoto. Além disso, Smith anotou dois pontos (1 G, 1 A) no campeonato. Outro que merece menção é o atacante Gustav Nyquist, duas vezes candidato ao prêmio de melhor jogador do hóquei universitário, com cinco pontos (1 G, 4 A) em quatro jogos e elogios de Mike Babcock.

As escolhas do último recrutamento também se mostraram, especialmente Marek Tvrdon (2 G, 1 A em três jogos) e Ryan Sproul, o defensor gigante que terminou como goleador do time (3 G, 1 A).

O training camp principal começa dia 17, sábado, com treinos pela manhã. À tarde o elenco viaja para Detroit, onde acompanha a cerimônia de Brad McCrimmon.

Babcock já imagina como organizará a defesa na preparação para a temporada, e as duplas serão (inicialmente):

Nicklas Lidstrom-Ian White
Niklas Kronwall-Brad Stuart
Jonathan Ericsson-Jakub Kindl
Mike Commodore-Brendan Smith

Há uma briga na defesa, com Ericsson, Commodore e Kindl buscando se firmar e Smith tentando roubar uma vaga.

Temporada 2011-12, aqui vamos nós.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Esquece hóquei

Num daqueles momentos "vamos ver o que realmente importa", uma notícia devastadora vem da Rússia.

O avião que levava os jogadores do Lokomotiv Yaroslavl, time da KHL, da Rússia para Minsk, caiu com mais de 40 passageiros. Apenas um sobrevive, Alexander Galimov, que está no hospital e corre sério risco.

No avião estavam Brad McCrimmon, ex-assistente de Detroit, e Stefan Liv, goleiro recrutado pelos Wings. Notícias conflitantes sobre Ruslan Salei, com algumas fontes dizendo que estava a bordo e outras dizendo que não.

De qualquer forma é uma tragédia, e a equipe Red Wings Brasil presta suas homenagens a todas as vítimas e suas famílias.

Atualização: Confirmado, Salei estava no voo.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Começando...

Agora vai! Nesta semana os Red Wings voltaram ao gelo da Joe Louis Arena para sessões informais, o que abre a temporada 2011-12 de forma não-oficial.

O primeiro "evento" é a Hockeyfest, que acontece na Joe Louis dia 9, onde torcedores poderão conhecer jogadores e eteceteras que não importam para quem mora a um continente de distância de Michigan. Assim, o primeiro evento significativo é o torneio de prospectos em Traverse, entre 10 e 14 deste mês, seguido pelo training camp principal dos dias 17 a 20. O primeiro jogo da pré-temporada é no dia 21, contra os Penguins.

No training camp estarão dois jogadores de NHL fazendo testes, o central Ryan Johnson (ex-Chicago, 35 anos) e o asa sueco Fabian Brunnstrom (26 anos, ex-Dallas e Toronto). Entre os dois, Brunnstrom é o que tem mais chance de conseguir um lugar no time, enquanto Johnson corre por fora e também quer impressionar outros times.

Todos já sabem que Jiri Hudler vem sendo ofertado a outras equipes desde o recrutamento, mas ninguém ofereceu nada. É por isso que digo que Brunnstrom tem mais chances, afinal é um jogador parecido com Hudler (habilidoso mas descomprometido com a defesa), com algumas características mais atraentes (bem mais rápido, tem tamanho de jogador de verdade [1,85m, 92kg]), e pode assinar por bem menos que o camisa #26. Se alguém der uma escolha de 3ª rodada por Hudler, olá Brunnstrom (com seus dois "Ns" no nome que já me assustam).

Com o mês de setembro esquentando o gelo as postagens vão se tornar mais frequentes e o blog vai acordar, mas já adianto que o último semestre da faculdade pode complicar as coisas, mas durante a temporada não ficaremos nesses blecautes de uma semana entre postagens, claro.

Até mais, e aproveitem para descansar neste mês.