sábado, 31 de dezembro de 2011

Como vai terminar 2011

Os Red Wings perderam para o Chicago Blackhawks, em Chicago, e vão jogar a última partida do ano contra o St. Louis Blues, em Detroit.

Na derrota de ontem, uma rara briga, envolvendo Todd Bertuzzi (contra Daniel Carcillo), a liderança no placar por 1-0 e 2-1, mas a virada sofrida em gols que provavelmente poderiam ter sido evitados, se os patinadores não fossem tão moles (certo, Valtteri Filppula?).

Com uma vitória hoje, os Wings terminam o ano na segunda posição da Divisão Central, atrás dos Blackhawks, e na quarta ou quinta posição na Conferência Oeste. É onde eles devem terminar a temporada, também, porque dificilmente vão alcançar os Hawks em 2012.

Terminamos o ano tendo um time quase imbatível em casa e um dos melhores goleiros da liga em Jimmy Howard, o jogador mais importante nessa primeira "metade" de temporada.

O ano também foi de ascensão para Filppula e de recuperação para Jiri Hudler; Nicklas Lidstrom permanece como o melhor defensor da NHL, mesmo após os 40 anos de idade, e Ian White se mostra mais uma decisão acertada da gerência (alguém que a gente, no blog, já pedia antes mesmo da contratação ser anunciada).

Como o Detroit sempre tem um bonde, um bode expiatório, alguém para xingar, Jonathan Ericsson continua fazendo merda do tamanho do seu contrato astronômico.

Temos o terceiro melhor ataque do Oeste e também a terceira melhor defesa; o quarto melhor aproveitamento em vantagem numérica e o 11.º pior aproveitamento em desvantagem numérica. E nossos defensores marcam mais gols que os defensores dos outros.

Estivemos por duas vezes, se não me falha a memória, na ESPN, contra Boston Bruins e Pittsburgh Penguins.

Darren Helm está machucado, assim como Patrick Eaves e Chris Conner, enquanto Jan Mursak recupera a forma no Grand Rapids Griffins para finalmente estrear na temporada da NHL.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Atualização de fim de ano

Depois do fim de semana de festas, os Red Wings voltaram ao gelo para enfrentar seus rivais de divisão.

Na segunda-feira, vitória contra o Nashville Predators por 4-1, fora de casa. Na terça, enfrentam o St. Louis Blues, em Detroit, mesmo adversário e no mesmo local do jogo de sábado, 31. Um dia antes, como visitantes, enfrentam o Chicago Blackhawks.

Os Wings estão na terceira posição na Divisão Central, atrás de Blues e Blackhawks. A semana oferece a possibilidade de recuperarmos a liderança.

No aquecimento do jogo de ontem, Darren Helm foi atingido no rosto por um disco, levou uma caralhada de pontos, mas não perdeu um turno sequer por isso, participando ativamente da partida. Tomas Holmstrom sofreu uma contusão boba qualquer e não deve jogar hoje. Um atacante deve ser convocado do Grand Rapids Griffins para completar o time. Mike Commodore fez seu segundo jogo seguido e liderou o time em trancos — acho que Mike Babcock deveria utilizá-lo mais vezes, especialmente no lugar do cone Jonathan Ericsson.

Joakim Andersson fará sua estreia pelos Red Wings hoje à noite. Começamos com Fabian Brunnstrom, experimentamos Gustav Nyquist, depois Chris Conner, agora Andersson. No ano passado, Tomas Tatar também teve a chance de brincar entre os grandes. Gosto desta postura da gerência de presentear todos os garotos.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Pacotão do mal

Vale a pena ler os relatos e ver os vídeos da derrota dos Red Wings para o Vancouver Canucks por 4-2.

O jogo foi cheio de altercações e putarias.

Ryan Kesler tentou dar um tranco de joelho-com-joelho em Henrik Zetterberg, que seguiu imediatamente para o banco de reservas e reclamou bastante com a arbitragem.

Niklas Kronwall desferiu um de seus trancos sobre o mesmo Kesler, que estava de cabeça baixa e levou uma porrada daquelas. O problema é que Kronwall, como sempre, "saltou" para dar o tranco e, ainda pior desta vez, acertou o cara com a bunda, não com o ombro. Foi muito esquisito. Kesler, pelo menos, assumiu que foi um lance limpo, mas Kronwall tem histórico e pode receber uma ligação de Brendan Shanahan. Não se pode saltar para atingir adversários.

No quarto gol dos Canucks, um jogador deles se chocou com Jimmy Howard, impedindo qualquer possibilidade do goleiro defender o chute que veio no rebote. Gol em desvantagem numérica. Algum Canuck deu uma "mãozada na cara" no Nicklas Lidstrom e imediatamente Howard revidou.

(Pierre LeBrun, da ESPN, afirma no twitter que a NHL acredita que esse gol dos Canucks não deveria ter valido. A liga acha que Howard não teve chance de fazer a defesa e, portanto, o gol seria anulado)

Daniel Sedin, ou talvez tenha sido Henrik Sedin, cabeceou um disco que foi jogado pro alto deliberadamente por um de seus companheiros. O futebol invadindo o hóquei.

Exceção feita à cabeçada de um Sedin, os outros lances deixam o próximo jogo entre as equipes promissor.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Para não passar em branco

Os Red Wings estiveram pela primeira vez na temporada na televisão, fazendo uma exibição nota 6 em um jogo nota 4. Valeu pela vitória, especialmente fora de casa, onde o time não tem boa campanha.

O atacante Tomas Tatar foi convocado para substituir Chris Conner, colocado na reserva por contusão de curto prazo. Conner fraturou a mão e vai ficar pelo menos duas semanas fora, justo agora quando garantia seu lugar no time titular, na terceira linha.

Tatar fica em stand-by, porque há mais um atacante machucado. Não é Pavel Datsyuk e pode ser Jiri Hudler. Se o jogador não identificado for cortado, Tatar entrará em seu lugar.

Os Wings enfrentam os Predators às 23h de Brasília, em Nashville.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Ao vivo

E assim vamos para Pittsburgh, enfrentar os Pinguins sem Sidney Crosby (e possivelmente sem Evgeni Malkin e Jordan Staal), um dos melhores jogadores dessa geração e que pode ter sua carreira encerrada por concussões, o que é uma pena.

Depois desse raro momento de respeito, afinal com lesão não se brinca, o negócio é acabar com os Pássaros-que-não-voam que vão realmente estar no gelo, de preferência envergonhando Marcos André Flores e fugindo de Matt Cooke.

22hs, na ESPN. Divirtam-se:

---

Vitória por 4-1 e um chat bem divertido. O link está sempre ativo, e quando passar na ESPN colocamos no blog.

Wings na TV

Em primeiro lugar, vamos todos pausar por um momento e prestar homenagens ao banner 3D que nosso grande zeh criou.

[salva de palmas / dança comemorativa / discurso do Seu Madruga / oito doses de tequila / ressaca / salva de palmas]

Em segundo lugar, eu avisei que esse mês seria devagar aqui, por causa das provas. Que ainda não acabaram, mas dane-se, hoje tem Red Wings na ESPN.

Os Asas Vermelhas visitam a Cidade do Aço para enfrentar os Pinguins de Pitesburgo, que não vão contar com Sidney Crosby, que voltou a sentir sintomas de concussão.

O jogo é na ESPN, 22h de Brasília. Se uma quantidade decente (tipo... duas. ok, quatro) disserem que vão participar, coloco o chat aqui no blog.

Detroit Red Wings, atrapalhando meus estudos desde 2002.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Realinhamento

A Mesa Diretora da NHL (órgão que reúne os donos de franquias) votou pela nova formação da liga, a partir da próxima temporada, para acomodar melhor a equipe do Winnipeg Jets.

A nova configuração tem quatro divisões (ou conferências, dá na mesma), duas com oito times e duas com sete equipes. Os quatro primeiros de cada divisão vão para a pós-temporada, e as duas primeiras rodadas de divisão acontecem dentro da divisão. Depois os campeões de divisão se enfrentam nas semi-finais da Copa, com a Final da Copa Stanley podendo até ser disputada, por exemplo, entre Detroit e San Jose ou Rangers e Boston.

As quatro divisões devem ficar assim:

-Los Angeles, Anaheim, San Jose, Vancouver, Calgary, Edmonton, Colorado e Phoenix;
-Detroit, Chicago, St. Louis, Columbus, Minnesota, Dallas, Winnipeg e Nashville;
-Montreal, Toronto, Boston, Buffalo, Ottawa, Florida, Tampa Bay;
-Pittsburgh, Philadelphia, NY Rangers, NY Islanders, New Jersey, Carolina e Washington.

Cada time vai enfrentar todos os outros duas vezes (uma em casa e uma fora), ou seja , os Wings vão ter apenas uma viagem para a costa oeste por ano, diminuindo as viagens e a quantidade de jogos muito tarde.

Avisaremos qualquer mudança.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Red Wings em português

O twitter oficial do Detroit Red Wings escolheu o Red Wings Brasil como o "Social Saturday fan blog of the week". Está também no Facebook. Isso deve ser coisa do Guilherme Calciolari.

ATUALIZAÇÃO:
Não, não era coisa do Calciolari. E os números do histórico 3 de dezembro para o blog, o dia em que batemos nosso recorde de acessos:

368 visitantes de 25 países diferentes, incluindo Estados Unidos (214), Brasil (78), Canadá (31), Suécia (8), Finlândia (7), Grã-Bretanha (4), República Tcheca e Holanda (3). Teve gente do México e do Peru, também

A grande maioria dos acessos americanos veio de Michigan (112), mas outros 29 estados estiveram representados.

E alguém chegou até aqui digitando "Cory Emmerton trade". Deve ter bebido muito o coitado.
--x--x--


Ontem, os Red Wings venceram o sétimo jogo seguido, alcançando a liderança da Divisão Central, e estão a uma vitória de ser o melhor time da liga. De novo.

Não faz tanto tempo assim que a equipe venceu sete jogos seguidos, pouco mais de um ano e meio (março de 2010). 

Contra os Sabres, mais uma noite em que os nossos melhores jogadores decidiram a partida. E Jimmy Howard segue voando rumo ao Troféu Vezina.

A campanha dos Wings na temporada: cinco vitórias, seis derrotas, quatro vitórias, duas derrotas, sete vitórias. Com esse time não tem meio termo, ou ganha um monte ou perde tudo, mas pelo que os números indicam estamos mais para ganhadores do que para perdedores.

Amanhã os Red Wings enfrentam o Colombrado Avalixo em Denver.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Cara nova

Fui roubado e estou puto.

  • Fabbian Brunnstrom teve seu filho, Alexander. O garoto tem mais chances que o pai de se firmar no elenco;
  • o atacante Chris Conner, líder dos Griffins em pontos (23, com sete gols em 20 jogos) foi chamado para os Wings e já estreia hoje;
  • James Howard começa hoje de novo no gol, seu 17º jogo consecutivo. O time aproveitou para anunciar Alexander Brunnstrom como goleiro reserva;
  • aliás, Howard é dono da frase do ano:
    "Gosto da sensação que a próxima Copa aqui pode ter meu nome, eu gosto dessa pressão. É algo que me faz querer sempre melhorar e me mantém ligado por todo o jogo."
É isso. Detroit visita Buffalo às 22h30 de Brasília.