Contagem regressiva para a Copa.

 Contagem regressiva para a Copa.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Colaiacovo e Abdelkader assinados, os veremos em novembro

Depois de algumas notícias contraditórias, Detroit contratou oficialmente o defensor Carlo Colaiacovo, ex-St. Louis, por duas temporadas, a $2,5 milhões por ano.

O contrato de Justin Abdelkader também foi estendido, por mais quatro anos, a aproximadamente $1,75 milhões por temporada.

Hoje isso não tem importância nenhuma, porque Gary Bettman anunciou que, depois da última reunião com os proprietários de time, a NHL foi autorizada unanimemente a começar um locaute, se um acordo não for fechado até sábado à noite.

(sim, foi unânime. é meio decepcionante saber que, no fim das contas, Mike Ilitch é só mais um "deles")

Ontem, além da reunião dos proprietários, cerca de 300 jogadores também se reuniram nos escritórios do sindicato dos atletas (NHLPA) em Nova York. Os dois lados continuam dizendo que querem que a temporada comece logo, mas é estranho saber que as sedes da NHL e da NHLPA ficam a uma distância de dois quarteirões, mas as partes só conversam internamente.

O atual acordo coletivo (CBA) expira nesse sábado, enquanto os training camps iriam começar em 21 de setembro e a temporada prevista para 11 de outubro. Infelizmente, não há nenhuma razão para otimismo, ainda que as partes tenham alterado suas propostas quanto à porção da renda direcionada aos atletas (a NHLPA chegou a 52,7%; a NHL a 49%; eles são teimosos demais para concordar com 50,5% ou coisa parecida).

Jogadores já se preparam para jogar na AHL (aqueles que tem contratos com essa autorização, como Brendan Smith, Gustav Nyquist e Damien Brunner), ou para jogar na europa (Cory Emmerton, por exemplo, e Pavel Datsyuk se o locaute durar muito tempo), ou simplesmente treinar informalmente em rinques perto de casa em Detroit (Henrik Zetterberg, Ian White e Niklas Kronwall são alguns).

Um locaute já era um pouco previsível, pois no ano passado tanto a NFL quanto a NBA passaram por essa situação. O problema é que essas ligas não são estúpidas, e seus acordos coletivos terminavam meses antes da temporada. A NHL é estúpida, e seu acordo termina uma semana antes da pré-temporada. A NHL também se compara a NFL e NBA, no sentido que nenhuma dessas ligas destina mais de 50% de suas rendas ao jogadores*.

(*ainda que sejam coisas completamente diferentes - 50% da renda da NFL seria em torno de $4 bilhões, mais do que a NHL ganha no total, e; na NBA cada time tem 12 jogadores, metade de um elenco da NHL)

Se Bettman quiser copiar a NBA, e começar sua temporada apenas no "grande evento" da temporada regular, minha previsão é que o Clássico de Inverno seja o primeiro jogo do ano. Mas o Clássico e suas rendas não começam dia 1º de janeiro. A pressão começa bem antes, no fim de novembro, quando normalmente a HBO começa a gravar a série "24/7", que mostra os bastidores das equipes na preparação para o evento. É aí que os proprietários podem sentir o primeiro baque econômico*, e as conversas podem mudar.

(se você se perguntou "Ué, mas e o tal contrato bilionário com a NBC?", saiba que o pagamento de $200 milhões vai ser feito com ou sem temporada para ser transmitida. a diferença é que, para cada temporada perdida durante a vigência do contrato de 10 anos, a NBC ganha o direito de não pagar nada pelos direitos de transmissão por uma temporada ao fim do contrato. ou seja, a NHL recebe esse ano mesmo se não tivermos jogos, mas em 2022 a NBC transmite de graça. que beleza)

Ah, e já falamos que essa é a primeira vez que o logotipo oficial do Clássico de Inverno não traz o ano em que será jogado?

De qualquer forma, é triste, rídiculo e patético que tenhamos que chegar a esse ponto mais uma vez. Pior, saber que qualquer que seja o acordo negociado dessa vez, por sete ou oito anos, daqui a sete ou oito anos passaremos pela mesma coisa. E triste pensar naqueles que realmente vão perder com um locaute. Não nós, deixem de ser egoístas. Quem perde são aqueles que trabalham em arenas, em lojas oficiais e afins.

Aproveitem os próximos meses, divirtam-se com a família, leiam livros e vão viajar. Porque a NHL sabe que, com um estalo de dedos, estaremos de volta assim que eles quiserem.

Nenhum comentário: