Contagem regressiva para a Copa.

 Contagem regressiva para a Copa.

sábado, 15 de setembro de 2012

Desabafo

Eu comecei a acompanhar a NHL no ano 2000.


Ouvia os jogos dos Red Wings em inglês, muitas vezes partidas que acabavam depois das 3h da manhã, numa época em que assistir aos jogos pela internet era inimaginável. Bastava ouvi-los, fosse em outubro ou maio. Não fazia distinção entre pré-temporada e playoffs, todo jogo era o jogo.

Acordei em incontáveis madrugadas para assistir às repetições dos jogos pela antiga ESPN. Gravei diversos jogos em fitas VHS, que ainda possuo. Tenho saudades do NHL Power Week, o programa mais bacana que a TV já produziu.

Montei planilhas que eu atualizava a cada jogo do Detroit, com todas as estatísticas imagináveis, informações que estavam disponíveis em dezenas de páginas gratuitamente, mas só as minhas planilhas permitiam acompanhar a evolução dos jogadores a cada número inserido.

Acessava diariamente os boxscores de todos os jogos, um por um, além da tabela de classificação e dos artilheiros. O papel de parede do meu computador era o calendário de jogos dos Red Wings no mês.

Participei de listas de discussão de brasileiros sobre a NHL e de americanos sobre os Red Wings. Fiz amizades, fiz inimizades e escrevi muito sobre a liga, seus times e jogadores.

Eu conhecia todos os jogadores. Nome e sobrenome. Time, país, número de camisa.

Troquei o computador para continuar jogando o NHL da EA Sports, que a cada ano exigia uma configuração melhor e minha velha máquina, em determinado momento, já não o suportava. Tudo pelo prazer de, ainda que virtualmente e através do teclado, jogar hóquei no gelo.

Escrevi semanalmente durante quase uma década para uma revista eletrônica em português sobre hóquei no gelo. Também editei e diagramei, trocando horas de lazer ou sono por um projeto que me encheu de orgulho.

Mantenho um blog em português sobre os Red Wings há mais de cinco anos. Ajudei a criá-lo e a atualizá-lo. Pelo blog passaram centenas de torcedores brasileiros e outros tantos estrangeiros, ajudando a fundar uma comunidade de fãs.

Assinei o NHL GameCenter na temporada 2011-12.

E no meio disso tudo houve um locaute, em 2005, que me roubou uma temporada inteira do esporte que amo.

Deixei de ouvir os jogos, dando valor apenas quando podia assisti-los. Passei a ignorar a pré-temporada e a menosprezar a temporada regular. Ainda que fossem playoffs, se o jogo era de madrugada, nem pensar, porque eu queria dormir.

Abandonei as planilhas, afinal de contas os números estão todos por aí. Parei de acessar os boxscores e não sabia mais quem era o artilheiro. Saí das listas de discussão. Aliás, todos saíram.

Não conheço mais os jogadores, seus nomes, de onde vieram, quais as suas camisas.

Já não jogo o NHL da EA Sports. A versão para PC foi descontinuada e a vontade de jogar nunca foi tão grande a ponto de justificar a aquisição de um videogame.

A revista eletrônica acabou, o blog sofre com períodos sem atualização e praticamente não converso com ninguém sobre os Red Wings. Falar o quê?

E cancelei o NHL GameCenter.

Ainda que a temporada perdida em 2005 não seja a responsável por todas essas mudanças, não ter hóquei certamente não ajuda a melhorar a situação.

Vamos para mais um locaute, apenas porque os jogadores e os donos dos times não podem sentar e negociar até chegarem a um acordo. Ficam nesse jogo de empurra-empurra, manipulando a imprensa e enganando os torcedores, enquanto o tempo passa, os treinos não começam, os jogos da pré-temporada são cancelados e o calendário deixa de ter 82 jogos. E tudo isso por causa de alguns milhões a mais para um ou para o outro, porque os lados não podem simplesmente concordar em dividir tudo ao meio.

São uns infelizes, uns idiotas, incapazes de perceber que a NHL (a liga, os times, os jogadores) perdem muito do que alguns milhões a cada dia em que o disco não encontra o gelo.

Que se fodam, todos eles.

6 comentários:

William disse...

Enquanto NHL e NHLPA não entram num acordo, ficamos sem o esporte que tanto amamos.

o jeito é matar a saudade de jogos memoráveis!
e esse é sem duvida o maior de todos!!

www.youtube.com/watch?v=wp5HzFHaar4&list=UUxrEZpMt__vuzVnApihG71w&index=5&feature=plcp

Everton disse...

Pois é betão, ainda tenho as fitas (VHS) que vc gravou pra mim... bons tempos... acho que até passei algumas para DVD.

Eu tenho acompanhado bem menos NHL atualmente, temporada passada assisti a poucos jogos da temporada regular, mais playoffs...

Agora então nem se fala...

Renato - Red Wings disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renato - Red Wings disse...

Grande jogo esse entre os Wings e Avalanche. Aquele score no overtime do MacCarty foi muito bonito, e tudo começou na zona neutra com o então garoto Niklas Lidstrom. Pena que atualmente essa rivalidade Detroit x Colorado não está mais tão forte como foi na década de 90.

Angry Master League Nerd disse...

Falando no NHL do computador, tem um patch da KHL 2012-13 em algum canto das internets? (e o que a EA está esperando pra colocar a KHL de volta num NHL?)

Renato - Red Wings disse...

Alguém sabe onde acompanhar a KHL pela internet? Com a volta temporária de alguns jogadores que atuam na NHL, a KHL está ainda melhor. Antes de ontem, inclusive, teve gol de cabeça do Pasha (http://bleacherreport.com/tb/d8xDC?utm_source=newsletter&utm_medium=newsletter&utm_campaign=detroit-red-wings).