Contagem regressiva para a Copa.

 Contagem regressiva para a Copa.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

"Estamos pobres", diz o anão de $8 milhões de dólares

Meses antes das negociações do Acordo Coletivo de Trabalho (CBA) de 2004, relatórios oficiais e não-oficiais apareciam por todos os lados, todos apontando para prejuízos e quase falências e a impossibilidade de continuar naquele sistema que iria destruir a Liga.

Meses antes das negociações do CBA de 2012, a NHL anunciou um novo contrato com a NBC que vai render $2 bilhões de dólares (!!!) na próxima década. Em abril, em comunicado oficial à imprensa, a Liga comemorava o sétimo ano consecutivo com renda recorde, os nove novos grandes patrocinadores, o aumento na audiência, as altas vendas de camisas e similares.

E hoje, onze dias antes do fim do CBA, alguém da NHL "vazou" a informação que, nos últimos dois anos, a Liga perdeu $240 milhões de dólares.

É para alguém acreditar nisso? Sério? Aliás, se o prejuízo foi de $120 milhões ao ano, os $200 milhões que a NBC vai pagar já não vão cobrir esses gastos? Será que o fato de a Liga ter comprado o Phoenix Coyotes, e se recusar a vender o time a qualquer um que queira tirar a franquia do meio do deserto, não tem nada a ver com isso?

(aliás, segundo a Forbes, os Coyotes perderam $24,4 milhões de dólares ano passado, o time que deu maior prejuízo na NHL. Bem atrás, com prejuízo de $13,7 milhões, estão os Blue Jackets. A lista completa está aqui, mostrando que só 12 das 30 franquias dão lucro. O balanço geral é um lucro de $126,5 milhões, com a maior parte vindo de Toronto, com lucro de $81,8 milhões)

Mas tudo bem, vamos nos fazer de tontos e fingir que acreditamos nesse prejuízo fantasma. A Liga então admite que está perdendo dinheiro, e é óbvio que são os Phoenixes e Columbuses e Tampas que estão sangrando fundos por todos os lados. O que os jogadores tem a ver com isso?

Pela proposta da NHL (mesmo a revisada, onde os jogadores teriam direito a 46% das receitas da Liga), entende-se que os times querem cobrir seus alegados prejuízos somente com o dinheiro do bolso dos atletas, como se fossem eles os culpados pelos gastos desenfreados.

Como já dissemos aqui milhares de vezes, esse argumento não tem o mínimo sentido, já que os salários dos atletas estão vinculados diretamente às receitas da Liga. Assim, o suposto prejuízo só pode ter surgido de outros gastos. Que gastos? Não sei, quem sabe a compra de uma franquia falida que não vai a lugar nenhum, ou o salário do comissário Gary Bettman, que mais do que dobrou desde o último locaute (Bettman recebia em torno de $3,5 milhões em 2005, e hoje seu salário está pouco acima dos $8 milhões).

Está mais do que claro, a NHL manipula números de acordo com seu interesse. Se está negociando contratos, a Liga está saudável e no melhor momento da história. Se está negociando com atletas, as franquias estão no vermelho e a situação é insustentável.

Pelo menos dessa vez a NHL não vem tendo sucesso em seus falhos argumentos, que são recebidos com risadas por jornalistas e torcedores. Além dessa farsa do prejuízo, outro tiro que saiu pela culatra foi a declaração de Bettman ao fim de uma das reuniões da semana passada, quando disse que "a NHL pode suportar paralisações, porque seus torcedores são os melhores do mundo".

Essa tentativa de puxar saco foi previsivelmente recebida com muitas críticas, afinal ficou claro que o comissário chamou a torcida de um bando de paspalhos.

Quem sabe o melhor a fazer seria ficar calado, apenas negociar e só voltar aos microfones com alguma boa notícia. Por ora, nenhum encontro entre NHL e dirigentes e atletas está marcado, ainda que as partes tenham dito que estão abertas a propostas.O único encontro oficial marcado é uma reunião entre NHL e proprietários de times, para o dia 13 de setembro, dois dias antes do fim do CBA. Falando em proprietários, interessante notar que apenas 4 dirigentes compareceram à alguma reunião, enquanto mais de 100 atletas estiveram do outro lado da mesa.

Como sempre, a NHL solta uma informação que traz mais dúvidas do que respostas. Mas a maior dúvida é: se a Liga conseguiu tudo o que queria em 2005, e vem tendo receitas recordes ano após ano, e ainda assim está perdendo dinheiro, como é que Bettman ainda tem um emprego??

Um comentário:

Renato - Red Wings disse...

Esse Bettman é o câncer da NHL, mas um câncer cuja metástase é garantida pelos presidentes das próprias franquias. Não há como pensar diferente.