sábado, 19 de janeiro de 2013

Bertuzzi afastado

Ah, Red Wings como eu senti falta de falar de problemas de saúde. Não apenas relacionados ao hóquei, mas também uma cirurgia nos países baixos de Lidstrom, a apendicite de Ericsson e, agora a mononucleose de Todd Bertuzzi.

Em vez de tirar sarro de Bertuzzi por estar com a chamada "doença do beijo", vou falar que a mononucleose é causada pelo vírus Epstein-Barr, que todo mundo já ouviu falar em House. Mas pra ser mais direto, Bertuzzi vai passar por exames, mas vai ficar afastado - literalmente, já que a doença é contagiosa (apesar de duvidar que algum Wings queira beijar esse cara) - entre 10 dias e um mês.

Com isso, o time ganha uma folga para decidir como diminuir o elenco, já que algum atacante vai ter que sair quando todos estiverem saudáveis.

Falando em saudável, Patrick Eaves está recuperado da concussão, mas ainda não joga esta noite. Jan Mursak vai para o jogo, e o time deve ser:

Zetterberg-Datsyuk-Brunner
Franzén-Filppula-Samuelsssssssssson
Miller-Yabadelkader-Cleary
Mursak-Emmerton-Tootootootootootootoo

A defesa segue como havíamos anunciado.

Hoje começa. Já devia ter começado faz tempo.

2 comentários:

Humberto Fernandes disse...

A parte preocupante do elenco:

Wings têm o 9.° time mais leve, o 5.° mais baixo e o 3.° mais velho.

Isso não pode dar certo... :(

Guilherme Calciolari disse...

Beto, isso até pode ter alguma relação, mas de uns tempos pra cá o departamento médico tá lotado de situações estranhas.

Cirurgia na bola do Lidstrom, apendicite do Ericsson, Modano e Helm com os braços cortados, o moleque Helm com dor nas costas, o moleque Kindl com dor na virilha, um disc ona cara do Eaves (e do Cleary antigamente), concussão numa briga do Lilja, uns 30 caras caindo em cima do joelho do Franzén...

Esses fatores são relevantes, mas dificilmente foram responsáveis por alguma lesão.