Contagem regressiva para a Copa.

 Contagem regressiva para a Copa.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

De volta ao trabalho

A NHL vai voltar, e disso todo mundo já sabe. Vamos tentar tomar algum ritmo decente de postagens aqui, depois de algum tempo enferrujados, mas temos que começar falando do tal do novo Acordo Coletivo de Trabalho que foi assinado.

O novo CBA

Resumindo a bagunça toda:

  • O acordo tem duração mínima de oito anos, quando qualquer uma das partes pode encerrá-lo. Senão, a duração é de dez anos;
  • Atletas e franquias vão dividir a Renda Relacionada ao Hóquei (HRR) em 50% para cada lado;
  • O teto salarial para a temporada 2013 é de $70,2 milhões de dólares, e o piso é de $44 milhões;
  • Para a temporada 2013-2014, o teto é de $64,3 milhões, e o piso de $44 milhões;
  • Cada equipe pode dispensar dois jogadores, em junho de 2013 e 2014, que não contarão contra o teto salarial (cláusula de anistia);
  • A duração máxima de um contrato é a renovação por oito anos. Numa nova equipe, o limite fica em sete anos;
  • Durante um contrato, não pode haver variação salarial maior de 35% de um ano para o outro. O salário mais baixo daquele contrato não pode ser menor que metade do valor do salário mais alto;
  • Em casos de arbitragem, a franquia só pode abrir mão do atleta em casos que o árbitro decidir por um salário maior que $3,5 milhões;
  • Franquias que se beneficiarem com contratos de longa duração (sete anos ou mais) serão penalizadas caso o jogador se aposente ou saia da NHL antes do término do contrato;
  • Nas trocas, as equipes podem "reter" o impacto salarial de jogadores envolvidos. A equipe pode trocar um jogador e continuar absorvendo até metade de seu salário em relação ao teto, desde que isso não supere 15% do teto;
  • A divisão de renda para as franquias mais pobres abrange mais equipes, e separa uma quantia maior.
Esse é o básico do Acordo, e não quero mais falar sobre isso. A não ser sobre as dispensas da cláusula de anistia, isso vai ser divertido. O que importa é saber o que vai acontecer nessa meia temporada.

A temporada 2013

Essa temporada torta e idiota vai ter 48 jogos, e as datas mais importantes são:
  • A temporada regular deve começar em 19 de janeiro, e parece que termina entre o fim de abril e o começo de maio. A ideia é que a última data possível para a final da Copa Stanley seja 28 de junho;
  • O dia-limite para trocas deve ser no começo de abril; e
  • Cada time vai enfrentar dois rivais de divisão 4 vezes, dois rivais de divisão cinco vezes, e cada rival de conferência três vezes.
Essa liga é idiota². Por que 48 jogos, e não 46 ou 50? Por que número desigual de jogos dentro da divisão? Ah, Bettman...
 
Os Red Wings

Todo mundo faz questão de lembrar que Detroit começará sua primeira temporada em duas décadas sem Nicklas Lidstrom. O também sueco Henrik Zetterberg deve ser anunciado como o novo capitão em breve.

Sem espaço no time, Tomas Holmstrom também vai se aposentar, fato que vai ganhar um destaque maior neste blog do que este simples parágrafo.

A nova era dos Red Wings começa com dúvidas na defesa e no ataque, e mais uma vez entramos numa temporada sem saber o que esperar. Como tem muita coisa para falar, vamos aos tópicos mais uma vez:
  • Jogando na Finlândia durante o locaute, Valtteri Filppula torceu o joelho em novembro e não deve começar a temporada em totais condições;
  • O novo defensor Carlo Colaiacovo também se lesionou, no começo de janeiro, jogando na Suíça. Dessa vez foi o ombro, mas Colaiacovo tem um histórico de lesões que preocupa, nunca tendo disputado mais de 70 jogos em uma temporada;
  • Patrick Eaves ainda não se recuperou da concussão, e continua tentando voltar para a equipe;
  • Sem Eaves, hoje os Red Wings tem 15 atacantes (contando Damien Brunner, que arrebentou a liga Suíça ao lado de Zetterberg); e
  • A defesa tem 7 jogadores (o novo nº 1 Niklas Kronwall, os irregulares Kyle Quincey, Jonathan Ericsson, o sempre-lesionado Colaiacovo, e os novatos Jakub Kindl e Brendan Smith). E Mike Babcock tentou convencer Lidstrom a voltar para essa temporada, mas não conseguiu. Legal, né?
 Por enquanto é só. Nos próximos dias vamos relembrar o que aconteceu de maio até aqui, quem saiu, quem chegou e quem vai ser importante nesses quatro meses de temporada.

Nenhum comentário: